5 dicas pra evitar fotos tremidas

Atualizado: há 5 dias

Texto: Carolina Engler.

22 de maio de 2020.




Quem nunca perdeu uma imagem porque ela ficou tremida que atire a primeira lentes! Contudo, o problema pode ser evitado com alguns cuidados simples, como costumo dizer para meus alunos do curso de fotografia aqui no Ateliê Cromo em Campinas / SP. Então vamos lá:


1. A velocidade do obturador é importantíssimo nestas situações. Quanto mais baixa for a velocidade de obturador maior a probabilidade da fotografia ficar tremida.


Só que as vezes não podemos ou não queremos usar velocidades rápidas de obturador, mas ainda assim podemos minimizar a incidência da trepidação na captura da imagem:


2. Apoiando nossas costas ou braços na hora de fotografar. Se estiver de pé, procure uma arvore ou uma parede e apoie as costas. Caso esteja sentado, apoie os cotovelo. Isso vai te dar maior firmeza ao segurar a câmera.


3. Combinado com o apoio das costas ou braços, pare o movimento de inspiração e expiração. Porque é a respiração uma das causadoras da trepidação da câmera.


4. Dependendo de quão baixa for sua velocidade de obturador pode ser necessário apoiar a câmera propriamente dita. O ideal neste casos é usar um tripé. Porém, como dizia meu professor Fábio Fantazzini, "tripé é igual guarda-chuva"... ninguém gosta de carregar... Então, pode-se recorrer ao apoio da câmera em qualquer lugar, como o capô do carro, uma mureta, uma pedra... Mas fique atento com a segurança do equipamento, ele não deve chacoalhar nem cair.


5. Por último, se lembre de usar a tecnologia a seu favor. A maioria dos equipamentos hoje tem estabilizador de imagem. Para quem tem uma compacta, procure a função de estabilização no menu da câmera, já os usuários de DSLR devem procurar a estabilização na lateral da objetiva próximo ao seletor de foco automático/ foco manual.


Contudo, gostaria de concluir este artigo lembrando que nem toda fotografia tremida tem que ser descartada. A velocidade baixa de obturador também pode ser entendida como um elemento construtor do efeito de movimento na imagem. Há algumas semanas postei uma matéria sobre o trabalho da Tina Modotti e uma das fotografia que comentei era de um conjunto de trabalhadores, com velocidade baixar e como que aquele efeito de movimento criava uma leitura de "movimento operário".



Me despeço então com uma dica bônus: aprenda a dominar seu equipamento e mantenha a mente aberta para as possibilidades de linguagem!


Um grande abraço e até o próximo post!!!


Carolina Engler

0 visualização