RAW X JPEG

Texto: Carolina Engler.

10 de junho de 2020.


Discussão bastante frequente no meio fotográfico e que divide os fotógrafos entre os adeptos das duas extensões de arquivo. O que valeria mais a pena, fotografar em RAW ou JPEG?


Vou por lenha nesta fogueira: JPEG é coisa para criança. Eu sei, é uma resposta nada política... O que não é muito a minha cara, costumo sempre ponderar as vantagens e desvantagens das opções. Um hábito que adquiri lecionando curso de fotografia em Campinas.


Contudo, neste caso a única vantagem, que seria uma relativa leveza dos arquivos, já não representa tanta vantagem assim. Isso porque mesmo os arquivos JPEG hoje já não são pequenos e a maioria dos computadores já possuem uma boa capacidade de processamento e armazenamento.


Já no tocante as vantagens, poderíamos resumir dizendo que um arquivo RAW permite maravilhas! Já deve ter ficado claro a essas alturas que sou fã mesmo da extensão ou melhor do fluxo de trabalho que ela permite. Observem as duas imagens abaixo:



A da esquerda é a foto sem tratamento. E como essa é uma situação bem complicada de iluminação e fotometria, por se tratar de um contra luz, pelo grande contraste do branco da camiseta e da pele negra do trabalhador - o qual para complicar ainda está de chapéu - se a captura da imagem tivesse sido em JPEG é uma imagem que o trabalho de processamento não compensaria o resultado. A imagem da direita é depois de um tratamento que não demorou nem dois minutos: ajustei o balanceamento de branco que estava muito frio, escolhendo o melhor programa como se estivesse escolhendo na própria câmera, e clareei apenas as áreas escuras com um comando deslizante. Não dá pra ser mais fácil do que isso!


Agora, é necessário dizer que o arquivo RAW tem necessariamente que passar pelo processamento nem que seja só para salvar uma versão numa extensão que possa ser usada para imprimir ou outros usos virtuais. Sem um programa capaz de interpretar a extensão não conseguimos nem visualizar sua miniatura.


Mudar a extensão de captura de JPEG para RAW representa uma grande mudança no seu fluxo de trabalho, mas vale a pena. Experimente!

0 visualização