Sebastião Salgado: "A fotografia deixou de ser memória"

Fotógrafo brasileiro diz que a arte de fotografar se tornou apenas a criação de imagens instantâneas

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado deu entrevista neste sábado (24) no festival Fotogenio, de Mazarrón (Múrcia, Espanha). E revelou sua opinião sobre o atual momento da arte de fotografar.


"Hoje a fotografia em geral mudou. Antes, qualquer um que saía de férias levava sua câmera, trazia as fotos, fazia cópias, as colocava em um álbum e essas fotografias eram fotografias. Eram mostradas aos filhos, dez anos depois já eram um pedacinho de sua história e, trinta anos mais tarde, a memória da família", comentou em entrevista coletiva.


No entanto, na opinião do brasileiro, isso acabou. "90% da fotografia é feita com telefones e fica dentro de uma memória. É uma imagem, mas já não é mais uma fotografia. A fotografia deixou de ser memória. É realmente uma instantânea", declarou.


O homem que se considera "possivelmente uma espécie de dinossauro", que segue neste trabalho "porque as pessoas ainda têm paciência para esperar" suas fotos, afirmou: "Quando você transforma sua vida, junto com as pessoas que fotografa, é como sua casa, sua forma de vida, e não é você quem tira as fotos. São as pessoas que estão diante de você que as oferecem, trabalhando juntos".


"Para ser fotógrafo é preciso ser fotógrafo. Muita gente não consegue. É preciso sentir o enorme prazer de estar ali, de trabalhar como fotógrafo. Como jornalista é um sacrifício muito forte. É preciso ter esse prazer de passar horas e horas construindo sua imagem", explicou.


O fotógrafo brasileiro oferecerá na tarde deste mesmo sábado uma conferência sobre Genesis, seu último trabalho, na oitava edição do festival, com cerca de mil pessoas na plateia. Na sexta (23), o documentário O Sal da Terra, sobre a obra de Salgado, foi premiado no Festival de Cannes. O filme tem direção de Win Wenders e de Juliano Salgado, filho do famoso fotógrafo.


Fonte: http://virgula.uol.com.br/diversao/sebastiao-salgado-fotografia-deixou-de-ser-memoria

3 visualizações

Curso de Fotografia 

Campinas - Ateliê Cromo

As irmãs e fotógrafas

Carolina Engler e Juliana Engler fundaram o Ateliê Cromo em 1998, um aconchegante espaço que transpira e inspira criatividade na...

Facebook

Fale com a gente:

Fone: (19) 3234-8148
Whatsapp (19) 99297-9707 
ateliecromo@gmail.com
Rua Álvaro Müller, 151. 
Campinas / SP / Brasil
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram
Horário de atendimento: segunda a quinta das 13 h às 18 h. Outros horários sob agendamento.