Detalhes que não podem passar despercebidos e fotos espontâneas fazem do álbum de aniversário muito

Fotos: Nayara Menezes

Se há um universo infindável na fotografia, diria que são as festas de aniversário de crianças. Afinal de contas, já foi a época em que a comemoração de mais um aninho de vida era marcada apenas por uma festinha simples, com bolo e brigadeiro, feito em casa pela mãe, tias e avós. As festas infantis de hoje ganharam requinte, e deram espaço a celebrações cheias de detalhes e surpresas para lá de especiais. E com o tempo cada dia mais escasso e serviços cada vez mais atraentes, os pais recorrem aos bufês, que, com todo profissionalismo e capricho, elaboram festas para ninguém colocar defeito. E, com tanta produção, um registro fotográfico à altura é item indispensável. E é aí que nós, fotógrafos de família, entramos. E o mais bacana é que muitas vezes nós acompanhamos o crescimento dessa criança, participando não apenas de um, mas de várias celebrações dos seus anos de vida.

Mas, é bom que se diga que a cobertura de um aniversário pode e deve ser muito mais que um simples registro. Afinal, se os pais estão desembolsando uma grana especialmente para as fotos, eles esperam e merecem um bom material como resultado. Não fosse assim, bastaria entregar uma boa câmera (que, aliás, hoje em dia temos ótimas opções no mercado) na mão de um sobrinho e pedir para ele fotografar todos os momentos da festa. Mas não, o que eles esperam ao contratar um profissional, é um olhar diferenciado, desejam fotos que, além de congelar aquele momento, tragam para eles a sensação de que todo o investimento naquela festa valeu a pena.


Por isso, certos detalhes antes e durante a cobertura são essenciais para garantir esse resultado tão almejado por eles. O primeiro eu diria que é a sessão prévia de fotos antes dos convidados chegarem. Sempre ao fechar um evento como esse, aviso aos pais que é muito importante que eles cheguem alguns minutos antes do horário previsto para o início da festa. E, se possível, que combinem isso também com avós e padrinhos. Esse simples combinado provavelmente vai nos garantir fotos incríveis do aniversariante e da família. Peço para que cheguem 30 minutos antes do horário marcado para o evento. Mas, sabemos, que nem sempre eles conseguem. Mas, de qualquer forma, eu estarei lá, para registrar também a decoração do salão e todos detalhes, que, muitas vezes passam despercebidos pelos pais, durante a correria da festa.

É muito comum após entregar as fotos, os pais me ligarem e dizer: “Como a festa estava linda. Eu nem tinha reparado naquela mesa de doces, ou no enfeite das mesas”. E com as fotos em mãos, eles podem recuperar tudo aquilo que não viram durante o evento. Por isso, não deixe de clicar nada. Todos os enfeites, arranjos, cantinhos que compõem a ornamentação devem ser fotografados.


Em festas de aniversário, especialmente as maiores, eu costumo levar uma fotógrafa assistente. Nos dividimos da seguinte forma: Eu, sou responsável pelas fotos abertas da decoração do salão. Ela fica com os detalhes, como os doces, as lembrancinhas, os enfeites das mesas etc. Eu fico por conta de correr atrás do aniversariante e dos pais. Ela, se encarrega de registrar a presença de todos convidados. Costuma funcionar bem assim. Mas, quando você não pode contar com um segundo fotógrafo, é bom fazer um roteiro para não esquecer de nada.

Nas fotos iniciais, com os pais e padrinhos, a mesa principal, do bolo, em geral, é o cenário escolhido. Mas, em algumas situações, quando a criança não fica à vontade no colo dos pais, por exemplo, podemos fazer as fotos nos brinquedos, ou até, sentados ao chão. O mais importante é fazer um registro da família completa.


De qualquer forma, é bom estar atento a todos os momentos durante a festa. Há alguns que resultam em belas fotos, como o aniversariante brincando sozinho, um carinho entre pais e criança, cumprimentos entre convidados. Gosto muito de fotos espontâneas, quando as pessoas nem imaginam que estão sendo fotografadas. E as crianças são modelos ótimos para esse tipo de foto. Além disso, nada mais justo que deixá-las se divertirem enquanto ficamos de longe apenas espiando e registrando tudo, sem incomodá-las.

Feitas as fotos da decoração e aquelas da criança com os pais e padrinhos no início da festa, próximos a mesa do bolo, é hora de percorrer o salão para garantir as fotos dos convidados. Em geral, as pessoas não se incomodam e até gostam de ser fotografadas, mas, é bom lembrar que sempre há exceções. Por isso, antes de apontar a câmera para a mesa, eu sempre peço uma licença, ou até permissão para fazer uma foto. É um ato de gentileza e respeito àqueles que, por algum motivo, não queiram aparecer na foto. Quando os pais estão mais tranquilos e à vontade, eu pergunto a eles se querem participar dessa rodada de fotos. Alguns gostam de percorrer todas as mesas, outros escolhem algumas mesas e há aqueles que preferem não participar.


Caso os padrinhos e avós não tenham chegado no início da festa, conforme o pedido inicial, é hora de lembrar de pedir a eles para se aproximar do aniversariante para tentarmos fazer fotos com ele. Algumas vezes conseguimos poses, outras, registramos brincadeiras e trocas de carinho e afeto entre eles. Isso vai depender muito do gênio, humor e momento da criança. E é sempre importante respeitar esses três pontos.

Cantando Parabéns

A hora do parabéns é um dos pontos altos da festa. Eu sempre peço ao cerimonial ou aos pais que me avisem 10 minutos antes para que eu possa me preparar. Nesse momento, gosto de trocar as pilhas dos flashes, o cartão de memória, e, quando necessário, a bateria da câmera. Afinal, nada pode falhar nesse momento. Também escolho uma posição estratégica para me colocar. Muitas vezes lanço mão a uma cadeira para que possa me posicionar acima dos convidados e não correr o risco de ninguém entrar na frente na hora que o aniversariante está soprando a vela.


Depois de cantar o parabéns, em geral, é hora de encerrar as fotos, já que a mesa de doces fica toda revirada e os convidados começam a se despedir para ir embora. Antes, porém, pergunto aos pais se há alguma foto que gostariam de fazer e não foi feita.

Fora do script

Por mais que a gente se prepare, certas situações fogem do nosso controle, principalmente quando se trata de crianças. Todos esperam que no dia do aniversário elas estejam alegres, com um sorriso radiante, e que as fotos saiam como de revista. No entanto, sabemos que crianças são imprevisíveis e, nem sempre, estarão com aquele sorriso esperado estampado no rosto. Nesses casos, é bom conversar com os pais que iremos fazer o melhor possível, mas que não adianta forçar a barra.


Em alguns casos, o humor muda no decorrer da festa. Elas podem chegar sonolentas, tirar uma soneca, e depois acordarem bem humoradas. Em outros casos, quando estão doentinhas, podem ficar mais quietinhas mesmo. Aí não adianta forçar.


Já aconteceu, por exemplo, de um menino estar todo alegre durante a festa, mas, minutos antes do parabéns ele adormecer. Ao acordar, ele ficou sensível e, ao cantar os parabéns, abriu a boca a chorar. Deu dó, mas, no fim, as fotos ficaram lindas, pois, mostraram os pais o acalentando, enquanto todos cantavam parabéns. É a naturalidade trazendo beleza para a fotografia.

Dicas:

- Comece com as fotos da decoração do salão.


- Registre todos os detalhes como enfeites, mesa de doces, bolo, lembrancinhas.


- Assim que o aniversariante chegar, tente clicar, de forma mais espontânea, a surpresa dele diante de toda aquela produção.


- Depois que ele se ambientar, se acostumar com as novidades, tente fazer fotos dele com os pais, padrinhos e avós.


- Depois das fotos posadas, passe para as espontâneas. Peça aos pais para dar uma volta com ele nos brinquedos da festa.


- À medida que os convidados forem chegando, tente já fazer fotos deles. Mas, sempre fique atento ao aniversariante. Ele sim é o foco do evento.


- Abaixe sempre para fazer fotos de crianças. Esteja na mesma altura delas. Assim as fotos saem de forma mais natural e não de cima para baixo. Se preciso entre nos brinquedos e brinque com eles. Assim eles criam empatia com você.


- Sempre pergunte aos pais, ou a alguma tia mais próxima, quem são as pessoas que não podem deixar de aparecer nas fotos. Assim você garante que um tio querido ou a bisavó não fique de fora.


- Peça aos pais para dar uma volta nas mesas dos convidados, com ou sem o aniversariante. Assim você garante que boa parte dos convidados estarão nas fotos.


- Combine com o cerimonial de te avisar 10 minutos antes do Parabéns. Troque pilhas, baterias e cartões, se for preciso. Posicione-se de forma a conseguir ficar de frente para o aniversariante. Se possível, coloque uma cadeira para garantir visão privilegiada.


- Após o Parabéns, geralmente, a sessão é encerrada. Antes disso, pergunte aos pais ou a tal tia próxima se não faltou ninguém para fotografar ou se tem alguma foto especial que eles gostariam que fizesse.

Fonte: http://photos.uol.com.br/materias/ver/94171

Curso de Fotografia 

Campinas - Ateliê Cromo

As irmãs e fotógrafas

Carolina Engler e Juliana Engler fundaram o Ateliê Cromo em 1998, um aconchegante espaço que transpira e inspira criatividade na...

Facebook

Fale com a gente:

Fone: (19) 3234-8148
Whatsapp (19) 99297-9707 
ateliecromo@gmail.com
Rua Álvaro Müller, 151. 
Campinas / SP / Brasil
  • Facebook ícone social
  • YouTube
  • Instagram
Horário de atendimento: segunda a quinta das 13 h às 18 h. Outros horários sob agendamento.